ProNautica Lanchas & Jet Ski
Tchello

::: Colunas do Tchello :::
leia mais Leia outras colunas






 

 

 

 

 


Como é um jet de freeride?

Nesse texto, tiro algumas duvidas de como é um jet para praticar o freeride.

Jet em pé e sentado têm o mesmo motor?
Basicamente sim. No caso de motores de dois cilindros eles são praticamnte iguais, mas alguns modelos de jet sentado têm motores de três cilindros por possuírem maior espaço no jet para comportá-los, e estes, claro, são mais potentes.

O que é preciso para transformar um jet especificamente para o freeride?
Não é necessariamente preciso transformá-lo para praticar o freeride, vc pode usar um jet original de fabrica mas conforme você vai evoluindo as manobras começa a sentir falta de mais potencia principalmente para saltar mais alto. Mas se você prefere o surf com jet e pequenos saltos, sem preocupação de alta performance para competição, o original dá conta do recado.

O que devo mudar no jet para ele ficar mais forte?
No caso de prepará-lo, deve-se começar pela tração (hélice/turbina) que seria o mesmo de colocar rodas com pneus esportivos num carro, não adianta ter mais potência se não tiver uma boa tração. Existem atualmente hélices e turbinas especiais para a prática do freeride, que melhoram a propulsão do jet.

Em seguida vem a preparação do casco, sendo ideal instalar válvulas de saída de água maiores para dar mais vazão à saída da água que entra no casco durante algumas manobras e também instalar uma bomba de porão elétrica.

Outro aspecto que pode ser modificado é o sistema de direção: o braço original que é de fibra de vidro pode ser substituído por um de alumínio ou fibra de carbono, mais leves e resistentes. O cavalete que suporta o braço assim como o sistema do guidão e acelerador que podem ser substituídos por peças especiais em alumínio.

No deck podem ser instalados alças como as do windsurf para fixar os pés ou ainda “cavas”, orifícios feitos nas laterais do deck para encaixar os pés, dando maior segurança e possibilitando manobras mais difíceis. A instalação de um bom piso ou tapete antiderrapante também é recomendado.

No caso do motor existem vários níveis de preparação, o primeiro item deve ser o escapamento, responsável por um ganho médio de 20hp de potencia em relação ao original. O segundo item seria uma boa dupla carburação, seguido de uma ignição ou cdi, tipo MSD, que gera uma faísca mais forte.

O próximo item na seqüência de modificações seria o cabeçote, é possível rebaixá-lo ou substituí-lo por um especial que vai aumentar a compressão do motor e conseqüentemente melhorar o torque. O principal aqui não é o ganho de velocidade final, mas ter um bom torque em baixas e médias rotações a fim de dar um bom impulso no jet mesmo com pouca velocidade, como nas motos de MotoCross ou num carro off-road.

Até aqui falamos numa preparação básica, suficiente para levar o piloto ao pódio em qualquer campeonato mundial, dependendo apenas de sua performance, pois no freeride a habilidade do piloto sobressai-se à potencia da maquina.

Para aqueles que preferem um motor mais potente, podem também ser modificados cilindros ou instalados pistões maiores, virabrequins podem ter seu curso alterado em até dez milímetros. Assim um jet original de 700cc e 75 hp, pode chegar a quase 1000cc e aproximadamente 200 hp!! Mas depois haja braço para segurar!!

Até a próxima!

Tchello

clique para ampliar



topo

Passeios Floripa
Passeios, a nova moda entre os jet skiers…
Teste do novo Mormaii Belassi 315 hp
Passando pelo Rio: Do Rio Boat Show, com as poucas novidades do mundo do jet ski, às sugestões para alteração da Norman, com a regulamentação de vários esportes náuticos no Brasil
Riding in Lake Tahoe !
Fly Board - E o Jet Ski ganha mais um acessório!
Vejam como foi a abertura do Mundial de Freeride 2012 na Europa!
Em Defesa do jet ski
Nem lancha nem jet ski, os jets boats são a sensação do verão!
O “mercado” de jets roubados só aumenta!
Fabricar motores, o próximo desafio da indústria náutica brasileira
O Freeride ou Jet Waves dá o pontapé inicial em mais um Campeonato Mundial
Os novos pilotos atacam novamente!
Campeonatos de jet começam com tudo em 2011
Passeios mais longos, a onda do verão!
Santa Catarina - Um estado inovador
Você já tem o Arrais, mas sabe navegar??
Jet-ski, vilão ou herói!
Dicas de como manter seu equipamento
 Jet Waves 10 - a história de um campeonato
Dicas para comprar um Jet Ski usado
Solidariedade a brasileira ...
Competição : é hora de rever a legislação !!!
A primeira vez...!
E o mercado vai bem, obrigado!
Como é um jet de freeride?
Novos pilotos - 1º Campeonato Brasileiro de Tow-in
Zona de risco
Zona de risco - 2
Sling Waves, o jet ski unindo 2 tribos!
A senadora e o jet ski
O verão vem aí e os velhos problemas também!!!
E o Freeride conquista o mundo !!
História de um jet ski
A explosão do Tow-in
1º IFWA Freeride World Campionship Tour
As leis que deveriam mudar!!!
Uma história evolutiva dos PWC
A Chave corta-corrente
O futuro do Freeride está nas mãos do Brasil
Roubo de Jet Ski, o que fazer?
Regulamentação do Tow-in
Entrevista - Tchello
Defesa do Jet Ski
Jet Waves - Motocross ou Surf !!!
E os 4 tempos vem aí !
Um novo conceito em Jet Ski Park
E o verão está aí !
Expedição Free Load - Jet Pilot em SC
Protesto !!!!!!!!!!!!!!
O Jet como divisor de classes sociais
O inverno chegou
Verão sem acidentes