ProNautica Lanchas & Jet Ski
Tchello

::: Colunas do Tchello :::
leia mais Leia outras colunas






 

 

 

 

 


 

O Freeride ou Jet Waves dá o pontapé inicial em mais um Campeonato Mundial


O Freeride ou Jet Waves ( jet ski nas ondas) dá o pontapé inicial em mais um Campeonato Mundial, e hoje firma-se como a modalidade que mais cresce dentro do esporte, pois é a única modalidade de jet ski que possui um campeonato mundial com etapas em 3 continentes, Europa e Américas do Norte e Sul.

A sétima edição do campeonato o IFWA Freeride World Championship teve início com o Jet Jump Extreme nos de 4 e 5 de junho em Montalivet, sul da França, próximo a Bordeaux, na região de Medoc. A pacata cidade de veraneio é literalmente invadida na ocasião do evento por pilotos de várias partes do mundo, que lotam todos os pequenos hotéis e chalés de uma das mais charmosas paisagens daquele país, pois estamos na região de alguns dos vinhos mais famosos do mundo. No caminho do evento passamos pelo Chateaux Rothschild, Chateaux Margaux e vários outros, e, claro, não dá para não parar para uma degustação.

Estiveram também presentes grandes nomes do jet ski Freestyle e Freeride, cerca de 60 freeriders, num fim de semana de sol, mas de poucas ondas. O evento outrora disputado em maio, teve sua data alterada esse ano para junho, em função principalmente do frio que fez no ano passado afastando o público, o que já não aconteceu este ano, pois a cidade lotou!

Diferente das competições de surf, onde há normalmente uma janela de espera de 7 à 10 dias para a realização dos eventos, a espera das melhores ondas, o mundial de jet acontece num final de semana com a condição que tiver no momento. Há pilotos que preferem ondas grandes e outros que se dão melhor em ondas pequenas, mas no fim das contas o talento sempre prevalece.

Este ano teve como protagonistas o atual campeão mundial, o frances Pierre Maixent e o campeão do ano passado, o norte-americano Ross Champion, que fizeram uma final eletrizante, onde Pierre se sagrou vencedor da etapa por pequenos detalhes na apresentação.

Os 2 chegaram à bateria final, disputando a semi-final com o também norte-americano iniciante no mundial, Zack Bright que terminou na 3ª colocação, e o renomado freerider Alemão Marc Sickerling. Destaque também para os que alcançaram as baterias das ¼ de finais, Jerry Jones (USA), Max Ometa (FR), Federico Bufacchi (IT) e o brasileiro Bruno Jacob, que travou uma das mais acirradas baterias do evento contra Zack Bright.

A organização mais uma vez foi impecável, tudo acontecendo na hora programada. Uma grande tenda abriga a área de alimentação, almoço e jantar são fornecidos para todos participantes e staff e há um ótimo lounge para os convidados Vips e patrocinadores. O local dos juízes é móvel, montado em cima de um caminhão com tração 6X6 usado no famoso rally Paris/Dakar e que pode levar os juízes até à beira da água para estes avaliarem melhor as manobras e ficarem bem perto de toda ação.

Outra novidade foi a o patrocínio de uma empresa brasileira, a Bad Boy, que sempre apóia os eventos de jet ski por aqui, este ano ampliou seus horizontes ajudando no crescimento do esporte.

Max Baroero, vice campeão de 2010 foi o desfalque do evento, pois se acidentou nos treinos de sexta feira, torcendo o pé e ficando impossibilitado de competir.


A próxima etapa acontece de 10 à 12 de setembro em Pacific City, Oregon, USA.
É o Blowsion Surf Slan, 2ª etapa do mundial, o IFWA Freeride World Championship 2011.

Resultados e fotos: WWW.ifwa.com.br


Tchello Brandão

 

 

topo

 

 

 

     
 
 
 

 

Passeios Floripa
Passeios, a nova moda entre os jet skiers…
Teste do novo Mormaii Belassi 315 hp
Passando pelo Rio: Do Rio Boat Show, com as poucas novidades do mundo do jet ski, às sugestões para alteração da Norman, com a regulamentação de vários esportes náuticos no Brasil
Riding in Lake Tahoe !
Fly Board - E o Jet Ski ganha mais um acessório!
Vejam como foi a abertura do Mundial de Freeride 2012 na Europa!
Em Defesa do jet ski
Nem lancha nem jet ski, os jets boats são a sensação do verão!
O “mercado” de jets roubados só aumenta!
Fabricar motores, o próximo desafio da indústria náutica brasileira
O Freeride ou Jet Waves dá o pontapé inicial em mais um Campeonato Mundial
Os novos pilotos atacam novamente!
Campeonatos de jet começam com tudo em 2011
Passeios mais longos, a onda do verão!
Santa Catarina - Um estado inovador
Você já tem o Arrais, mas sabe navegar??
Jet-ski, vilão ou herói!
Dicas de como manter seu equipamento
 Jet Waves 10 - a história de um campeonato
Dicas para comprar um Jet Ski usado
Solidariedade a brasileira ...
Competição : é hora de rever a legislação !!!
A primeira vez...!
E o mercado vai bem, obrigado!
Como é um jet de freeride?
Novos pilotos - 1º Campeonato Brasileiro de Tow-in
Zona de risco
Zona de risco - 2
Sling Waves, o jet ski unindo 2 tribos!
A senadora e o jet ski
O verão vem aí e os velhos problemas também!!!
E o Freeride conquista o mundo !!
História de um jet ski
A explosão do Tow-in
1º IFWA Freeride World Campionship Tour
As leis que deveriam mudar!!!
Uma história evolutiva dos PWC
A Chave corta-corrente
O futuro do Freeride está nas mãos do Brasil
Roubo de Jet Ski, o que fazer?
Regulamentação do Tow-in
Entrevista - Tchello
Defesa do Jet Ski
Jet Waves - Motocross ou Surf !!!
E os 4 tempos vem aí !
Um novo conceito em Jet Ski Park
E o verão está aí !
Expedição Free Load - Jet Pilot em SC
Protesto !!!!!!!!!!!!!!
O Jet como divisor de classes sociais
O inverno chegou
Verão sem acidentes