ProNautica Lanchas & Jet Ski
Tchello

::: Colunas do Tchello :::
leia mais Leia outras colunas






 

 

 

 

 


O Jet como divisor de classes sociais

Qual o verdadeiro motivo dos que querem a proibição do Jet Ski na Lagoa da Conceição?

Depois de pesquisar bastante e ouvir várias opiniões contra e a favor estou chegando a conclusão que o problema não é o jet ski veículo, e sim o que ele representa, porque já está comprovado que dentre as embarcações que circulam na Lagoa ele é o que menos polui e além disso ainda traz algum benefício para a água que é a oxigenação da mesma através da grande quantidade de ar/água que é injetada junto com a turbina, e também o número de jets circulando é apenas 15% em relação as lanchas e bateiras. Os novos jets de motores 4 tempos já se enquadram na lei de poluição da Califórnia que é a mais rigorosa do mundo até 2015.

Quanto aos acidentes, são 5.000 jets circulando em Santa Catarina no verão, e foram registrados apenas 6 acidentes este ano, isto é 0,0012%, é bem menor do que carros, motos, e até barcos em geral, são índices comparáveis a aviação. Desde 1990 quando os jet começaram a circular na Lagoa houve até hoje infelizmente 1 acidente fatal envolvendo esse veículo, contra 6 mortes envolvendo diretamente lanchas, e 23 afogamentos sendo 8 por bateiras que se acidentaram e as pessoas se afogaram.

Outro detalhe sobre os acidentes é que todos foram provocados por pessoas não habilitadas que andam à margem da lei. Mas quantas pessoas também não dirigem carros e motos sem habilitação e causam acidentes? Mas proibir carros de circular não interessa a ninguém.

Bom, se sabemos que o jet é o veículo que menos polui e não causa tantos acidentes como dizem, em minha opinião há 2 motivos que fazem com que as pessoas estejam contra ele. O primeiro é a mídia que noticiou com destaque todos os acidentes ocorridos, porque acidentes com jet são raros e quando acontece todo mundo que saber, noticiar acidentes de carro, moto, afogamentos etc. não dá o mesmo impacto, acontecem a todo instante não é novidade. Basta dizer que tivemos neste verão mais de 400 acidentes com 30 vítimas fatais no trecho da Br101 Floripa/Porto Alegre e não tiveram nem de longe o mesmo destaque na mídia do que os acidentes com jet, e que foram apenas 6. Se a mídia se preocupar em noticiar todos os acidentes com outros veículos não sobrará espaço para mais nada, e o jet ski será apenas uma agulha no palheiro.

O outro motivo que vejo bem evidente é a briga das classes sociais, a grande maioria que é contra o jet ski são ditas de ``esquerda´´ e na realidade não são contra o veículo que salva muitas vidas nas mãos do GBS e sim contra o que ele representa, um símbolo de status, da burguesia, um jet novo custa de R$20.000,00 à R$40.000,00 e realmente quem compra é a classe alta. O ex-presidente Fernando Collor em 1990 quando abriu as importações adorava se exibir em jet, e acho que isso ficou marcado na cabeça dessas pessoas ditas de``esquerda´´ que associam o veículo com ele, e por não gostarem dele passaram a combater o jet ski como se ele tivesse alguma culpa porque tivemos um péssimo Presidente.

Só que essas mesmas pessoas não sabem que o jet ski não é mais só da elite, hoje em dia compra-se um por R$ 1.500,00 e várias pessoas de classe média baixa o possuem, como o rapaz que causou esse acidente na Lagoa, era uma jet antigo, e dono possui um carro antigo, não possuía habilitação nem documentos e estava andando em um meio que escondido, ou seja é o perfil de um perfeito ``povão´´, e não um burguês. Não sou contra povão nem burguesia, estou apenas afirmando que jet ski hoje é um veiculo popular, e os que o combatem visando combater a ``direita´´e burguesia estão completamente equivocados.

Achamos que se é para proibir jet na Lagoa que se proíba tudo então, até porque jets, lanchas e bateiras juntos não são responsáveis nem por 5% da poluição da mesma. E gostaria ainda de saber para onde vai o esgoto de todas as casas das pessoas que são contra o jet ski!

Marcelo "Tchello" Brandão
Passeios Floripa
Passeios, a nova moda entre os jet skiers…
Teste do novo Mormaii Belassi 315 hp
Passando pelo Rio: Do Rio Boat Show, com as poucas novidades do mundo do jet ski, às sugestões para alteração da Norman, com a regulamentação de vários esportes náuticos no Brasil
Riding in Lake Tahoe !
Fly Board - E o Jet Ski ganha mais um acessório!
Vejam como foi a abertura do Mundial de Freeride 2012 na Europa!
Em Defesa do jet ski
Nem lancha nem jet ski, os jets boats são a sensação do verão!
O “mercado” de jets roubados só aumenta!
Fabricar motores, o próximo desafio da indústria náutica brasileira
O Freeride ou Jet Waves dá o pontapé inicial em mais um Campeonato Mundial
Os novos pilotos atacam novamente!
Campeonatos de jet começam com tudo em 2011
Passeios mais longos, a onda do verão!
Santa Catarina - Um estado inovador
Você já tem o Arrais, mas sabe navegar??
Jet-ski, vilão ou herói!
Dicas de como manter seu equipamento
 Jet Waves 10 - a história de um campeonato
Dicas para comprar um Jet Ski usado
Solidariedade a brasileira ...
Competição : é hora de rever a legislação !!!
A primeira vez...!
E o mercado vai bem, obrigado!
Como é um jet de freeride?
Novos pilotos - 1º Campeonato Brasileiro de Tow-in
Zona de risco
Zona de risco - 2
Sling Waves, o jet ski unindo 2 tribos!
A senadora e o jet ski
O verão vem aí e os velhos problemas também!!!
E o Freeride conquista o mundo !!
História de um jet ski
A explosão do Tow-in
1º IFWA Freeride World Campionship Tour
As leis que deveriam mudar!!!
Uma história evolutiva dos PWC
A Chave corta-corrente
O futuro do Freeride está nas mãos do Brasil
Roubo de Jet Ski, o que fazer?
Regulamentação do Tow-in
Entrevista - Tchello
Defesa do Jet Ski
Jet Waves - Motocross ou Surf !!!
E os 4 tempos vem aí !
Um novo conceito em Jet Ski Park
E o verão está aí !
Expedição Free Load - Jet Pilot em SC
Protesto !!!!!!!!!!!!!!
O Jet como divisor de classes sociais
O inverno chegou
Verão sem acidentes